Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes, mais conhecido somente como Belchior, é um cantor e compositor brasileiro que iniciou sua trajetória de sucesso na música popular brasileira em meados da década de 70.

Ainda na infância, quando morava em Sobral, ele demonstrou uma profunda admiração pelos poetas repentistas que frequentavam os becos, feiras e vielas da cidade. Juntamente com Fagner, Ednardo, Rodger Rogério entre outros, compôs o grupo que ficou nacionalmente conhecido como o “Pessoal do Ceará”.

A utilização dos recursos expressivos torna a canção de Belchior um trabalho estilístico primoroso e digno de apreciação por parte daqueles que admiram o cancioneiro popular nacional. Verifiquemos, por exemplo os recursos expressivos empregados na canção Divina Comédia Humana.

Divina Comédia Humana

Estava mais angustiado que um goleiro na hora do gol
Quando você entrou em mim como um Sol no quintal
(símile – comparação explícita)
Aí um analista amigo meu disse que desse jeito
Não vou ser feliz direito
Porque o amor é uma coisa mais profunda que um encontro casual
(metáfora – comparação explícita)
Aí um analista amigo meu disse que desse jeito
Não vou viver satisfeito
Porque o amor é uma coisa mais profunda que um transa sensual
(metáfora – comparação explícita)
Deixando a profundidade de lado
Eu quero é ficar colado à pele dela noite e dia
Fazendo tudo de novo e dizendo sim à paixão morando na filosofia